Header

A profecia das 52 semanas de Jeremias para o Brasil

“Depois, estendeu o SENHOR a mão, tocou-me na boca e o SENHOR me disse: Eis que ponho na tua boca as minhas palavras” (Jeremias 1.9).

O tempo que Jeremias viveu era tão crítico e abominável que 3 dos maiores homens de Deus na Bíblia foram levantados simultaneamente na mesma época… Daniel que foi usado por Deus na corte de Nabucodonosor…  Ezequiel, também deportado junto com Daniel na 1ª invasão em 597 a.C porém usado por Deus não na corte, mas profetizou junto ao povo judeu deportado para Babilônia…

E o próprio Jeremias que ficou em Jerusalém profetizando por 40 anos ao povo apóstata de Judá suportando durante todo esse tempo, oposição, espancamento e aprisionamento, porém permanecendo fiel até o fim apesar de tanta injustiça.

Professor Cria Curso Online p/ Bacharel Livre em Teologia com VÍDEO AULAS

Há mais referências a BABILÔNIA (164) no Livro de Jeremias do que em todos os livros da Bíblia REUNIDOS, isso por si só ressalta o nível de atividade demoníaca por detrás daquela nação opressora e também nos remete a BABILÔNIA RELIGIOSA dos nossos dias de Apocalipse 17 como veremos na revelação da Profecia das 52 Semanas de Jeremias para o Brasil que será explicada ao longo desses artigos.

Abaixo o chamado de Jeremias não apenas para a nação judaica, mas para todas de sua época e como veremos futuras: “Olha que hoje te constituo sobre as nações e sobre os reinos, para arrancares e derribares, para destruíres e arruinares e também para edificares e para plantares. (Jeremias 1.10)

A história da destruição da antiga nação judaica não só foi um dos capítulos mais negros da história da humanidade, onde mães cozinhavam e comiam seus próprios filhos devido a fome (entre outras barbaridades), mas também um GRANDE PARALELO com o que está para acontecer no Brasil e no Mundo à partir de 2017.

“Outra vez, me veio a palavra do SENHOR, dizendo: Que vês? Eu respondi: vejo uma panela ao fogo, cuja boca se inclina do Norte. Disse-me o SENHOR: Do Norte se derramará o mal sobre todos os habitantes da terra. (Jeremias 1.13-14)

Naquela época o nível de corrupção do povo e dos líderes políticos e religiosos tinha chegado em um nível insuportável para Deus e devido a isso já começamos a ver a lamentável semelhança com os nossos dias, naquela época como agora, tanto o povo como seus líderes viviam de maneira rebelde e vergonhosa e prestes a receber a devida sentença:

“Pronunciarei contra os moradores destas as minhas sentenças, por causa de toda a malícia deles; pois me deixaram a mim, e queimaram incenso a deuses estranhos, e adoraram as obras das suas próprias mãos. (Jeremias 1.16)

Há muitos anos temos pregado e escrito sobre essa grande apostasia e corrupção generalizada, porém agora as consequências da crise que se aproxima são IMINENTES, para entender a profundidade assista a essa série de vídeos.

Os líderes religiosos naquela época (assim como agora) estavam assim:

“Os sacerdotes não disseram: Onde está o SENHOR? E os que tratavam da lei não me conheceram, os pastores prevaricaram contra mim, os profetas profetizaram por Baal e andaram atrás de coisas de nenhum proveito.” (Jeremias 2.8)

Os líderes políticos daquela nação por sua vez assim: “Porque entre o meu povo se acham perversos; cada um anda espiando, como espreitam os passarinheiros; como eles, dispõem armadilhas e prendem os homens. Como a gaiola cheia de pássaros, são as suas casas cheias de fraude; por isso, se tornaram poderosos e enriqueceram.

Engordam, tornam-se nédios e ultrapassam até os feitos dos malignos; não defendem a causa, a causa dos órfãos, para que prospere; nem julgam o direito dos necessitados. Não castigaria eu estas coisas? – diz o SENHOR; não me vingaria eu de nação como esta

Coisa espantosa e horrenda se anda fazendo na terra. Os profetas profetizam falsamente, e os sacerdotes dominam de mãos dadas com eles; e é o que deseja o meu povo. Porém que fareis quando estas coisas chegarem ao seu fim?” (Jeremias 5.26-30)

Se tem o mínimo de sensibilidade entenderá que esses versos revelam um cenário completamente semelhante ao dos nossos dias, vê-se de forma acentuada: A apostasia, as fraudes, os roubos, a corrupção e as conspirações generalizadas tanto no meio político como no religioso.

Vê-se também a exemplo de hoje que a ganância e a luxúria dos poderosos tinha como manutenção a exploração os mais frágeis da sociedade, os mais pobres, as viúvas e órfãos que pagariam a conta da orgia.

Hoje estamos vendo tramitarem e serem aprovados na Câmara dos Deputados no Senado Federal projetos como a PEC 241/55 e a Proposta do Novo Plano da Previdência, onde para ter direito a aposentaria integral o indivíduo começa a trabalhar com 15, trabalho POR 49 ANOS e apenas ao 65 anos aposenta-se..

Simplesmente para MORRER é lógico! Um verdadeiro absurdo!!! Imagine os trabalhadores em uma situação como essa…

Na sequência desse artigo você saberá qual é o limite da paciência de Deus e qual o momento em que Ele entrega nações apostatas a sua própria sorte e ficará cada vez mais claro o quanto Jeremias profetizou não apenas para o seu tempo, mas de forma profética para o Brasil e para o Mundo (nações) em 2016 e 2017.

You may also like ...

1